[Resenha] Correr ou Morrer #1 - Maze Runner


Título: Correr ou Morrer
Autor: James Dashner
Editora: V & R 
ISBN: 9788576832478
Páginas: 426
Cotação: 4 estrelas 
Sinopse: Ao acordar dentro de um escuro elevador em movimento, a única coisa que Thomas consegue lembrar é de seu nome. Sua memória está completamente apagada. Mas ele não está sozinho. Quando a caixa metálica chega a seu destino e as portas se abrem, Thomas se vê rodeado por garotos que o acolhem e o apresentam à Clareira, um espaço aberto cercado por muros gigantescos. Assim como Thomas, nenhum deles sabe como foi parar ali, nem por quê. Sabem apenas que todas as manhãs as portas de pedra do Labirinto que os cerca se abrem, e, à noite, se fecham. E que a cada trinta dias um novo garoto é entregue pelo elevador. Porém, um fato altera de forma radical a rotina do lugar - chega uma garota, a primeira enviada à Clareira. E mais surpreendente ainda é a mensagem que ela traz consigo. Thomas será mais importante do que imagina, mas para isso terá de descobrir os sombrios segredos guardados em sua mente e correr, correr muito. 




Correr ou Morrer é o primeiro livro da série Maze Runner do James Dashner, que me surpreendeu bastante.

Em Correr ou Morrer, lançado no ano de 2010 conhecemos a história de Thomas, que chegou por um "caixa que anda", uma espécie de elevador em um local escuro, onde só tinha garotos que chegavam a cada um mês, com sua memória completamente apagada. Mas isso tudo está destinado a mudar com a chegada de Teresa, um garota que chegou um dia depois da chegada de Thomas.

Nesse local escuro que até então só tinha garotos, cada um pode seguir uma espécie de "profissão" e Thomas quer ser corredor, mas ninguém acredita nisso pois ele não passa de um novato qualquer. Mas estão completamente enganados...

Mas a algo incomum entre Teresa e Thomas, além de conseguirem falar por pensamento eles acham que se conhecem de algum lugar, mesmo com a memória completamente apagada pelos criadores.



 Li Maze Runner por que vi o filme no cinema e acabei gostando, apesar de muitos acharem a adaptação do filme ruim.

Capa: Mesmo não sendo uma capa muito bonita, ela retrata bem o tema da história e nos faz querer ler o livro. 

 *** 
Quer ter seu livro resenhado? Envie um e-mail para primaveraliteraria@gmail.com, com o assunto "Resenha" ou "Parceria"



Primavera Literária por Rafaela Pinheiro 2014-2015. Tecnologia do Blogger.