[Resenha] Época de Morangos

Título: Época de Morangos
Autor: Rafaela Vieira
Editora: Gutemberg
Páginas: 319
ISBN: 9788582351239
Cotação: 5 estrelas 
Sinopse: Um dia, aos 13 anos, Jordana vê de longe um rapaz e tem a certeza que ele é seu Príncipe Encantado – um desconhecido que é o mais lindo e perfeito garoto do mundo. Um tempo depois, descobre que ele estuda na sua própria escola, porém é mais novo que ela, e nem sonha com namoradas ou amor. O tempo vai passando, e aos poucos os dois vão descobrindo as dores e as delícias da adolescência e juventude, e entre encontros e desencontros, buscam a felicidade ao lado do verdadeiro amor, que pode nascer à primeira vista, mas durar para sempre.

Jordana, irmã de Jean, o Antissocial, logo cedo já começou sofrer com a vida: com 6 anos seus pais se separaram e a mãe simplesmente saiu e a deixou.

A partir daí Jordana vive com o pai, que não é muito ligado a vida da filha, com Jaqueline, sua prima-gêmea e passa dias e dias na casa dos avós, que deram a ela uma viagem a Disney, durante as férias. Só que o que era para ser só uma viagem mudou sua vida: enquanto ela caminhava ela vê um garoto que chama a atenção dela e os dois ficaram se paquerando, com olhares que Jordana nunca havia lançado antes para garoto nenhum. 





Ao voltar a rotina normal de estudos, Jordana se surpreende em saber que o tal "garoto da Disney" começará o ano estudando na sua escola e que ele é um ano mais novo, portanto com 12 anos de idade, com todo aquela "maravilhosidade".

Aos poucos, ela e Edgar, o "garoto da Disney" vão ficando amigos, mas Jordana, ou apenas Jojo, quer algo mais, mas ele parece não perceber.

Com base na vida da Autora, Época de Morangos que foi publicado esse ano pela Gutemberg é um livro cheio de reviravoltas e que é impossível de saber o final. 


Opinião: Eu gostei bastante do livro por ser um romance diferente dos outros, com um tema que toca bem no fundo do coração e não tem como não se emocionar e sofrer junto com a protagonista da história. Mas senti falta de melhores descrições do cenário da cena e dos personagens e achei que tudo acontecia muito rápido: em uma hora as protagonista tinha 13 e outra 20.

Capa: com uma tonalidade diferente e um toque moderno foi a capa que fez eu me apaixonar pelo livro e querer comprar no mesmo segundo que vi o livro, mas não gostei da imagem ao fundo pelo fato de ser um pouco vulgar. 


*** 
 E aí, o que achou da resenha? Não deixe de comentar sua opinião sobre o livro e sua diagramação. 







Primavera Literária por Rafaela Pinheiro 2014-2015. Tecnologia do Blogger.