[Resenha] Travessia

Título: Travessia
Autor: Ally Condie
Editora: Suma de Letras
Páginas: 273
ISBN: 9788581050744
Cotação: 5 estrelas
Sinopse: Em busca de um futuro que pode não existir e tendo que decidir com quem compartilhá-lo, a jornada de Cassia às Províncias Exteriores em busca de Ky – levado pela Sociedade para uma morte certa –, mas descobre que ele escapou, deixando uma série de pistas pelo caminho. A busca de Cassia a leva a questionar o que é mais importante para ela, mesmo quando vislumbra um diferente tipo de vida além das fronteiras. Mas, à medida que Cassia tem certeza sobre o seu futuro com Ky, um convite para uma rebelião, uma inesperada traição e uma visita surpresa de Xander – que pode ter a chave para revolta e, ainda, para o coração de Cassia – mudam o jogo mais uma vez. Nada é como o esperado em relação à Sociedade, onde ilusão e traição fazem um caminho ainda mais confuso.


*Essa resenha pode conter Spoiler do livro "Destino"*


"Travessia" é o segundo livro da trilogia "Destino" da Ally Condie, publicado no Brasil pela Editora Suma de Letras.
 

Após Cassia ser obrigada a classificar as pessoas que trabalham na área de Nutrição para ver se passa no teste para ter um trabalho físico, os fiscais não falam nada, apenas falam para ela classificar os melhores para trabalhar em condições mais agradáveis. 

Como ela esta perdidamente apaixonada por Ky, o garoto-aberação ela coloca-o na lista, afinal, quer ver ele feliz. Só que o que Cassia não espera é que essas pessoas que ela classificará não irão trabalhar em condições menos precárias e sim vão para a guerra.



Depois de ver Ky sendo levado pelos Funcionários ela tem certeza de uma coisa: Vai salvá-lo, independente do que vem pela frente, rompendo toda as barreiras. Indo até as Províncias Exteriores.

                          "É claro que tudo me faz pensar em Ky"
No segundo livro dessa trilogia os capítulos são divididos entre os personagens principais, o Ky e a Cassia, sendo, com certeza melhor que o primeiro.




"A esperança é como uma pegada, uma meia pegada onde alguém foi foi descuidado e pisou na lama mole e que mais tarde ficou dura e espessa demais para ser levada pelos ventos da noite e da manhã"

Capa: Embora eu particularmente não goste muito das capas dessa série elas representam bem a história.

Já leram essa série? O que acharam? 

4 comentários:

  1. Olá Rafa.
    Gostei das fotos na resenha. Gosto bastante de distopia, apesar de essa não me chamar tanta atenção pretendo lê-la ainda.

    Beijos
    www.blog-planetpink.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nati! Como vai? ^^
      Que bom que gostou ^^ fico feliz em saber! Espero que possa ler essa trilogia!
      Beijos

      Excluir

Obrigado por comentar.
Alguma dúvida? Se sim envie um e-mail para primaveraliteraria@gmail.com.

Primavera Literária por Rafaela Pinheiro 2014-2015. Tecnologia do Blogger.