[Resenha Carnavalesca] Por Lugares Incíveis

Título: Por Lugares Incríveis 
Autor: Jennifer Niven
Editora: Seguinte (Cia. das Letras)
Páginas: 335
ISBN: 9788565765572
Cotação: 4 estrelas
Dois jovens prestes a escolher a morte despertam um no outro a vontade de viver. Violet Markey tinha uma vida perfeita, mas todos os seus planos deixam de fazer sentido quando ela e a irmã sofrem um acidente de carro e apenas Violet sobrevive. Sentindo-se culpada pelo que aconteceu, Violet se afasta de todos e tenta descobrir como seguir em frente. Theodore Finch é o esquisito da escola, perseguido pelos valentões e obrigado a lidar com longos períodos de depressão, o pai violento e a apatia do resto da família. Enquanto Violet conta os dias para o fim das aulas, quando poderá ir embora da cidadezinha onde mora, Finch pesquisa diferentes métodos de suicídio e imagina se conseguiria levar algum deles adiante. Em uma dessas tentativas, ele vai parar no alto da torre da escola e, para sua surpresa, encontra Violet, também prestes a pular. Um ajuda o outro a sair dali, e essa dupla improvável se une para fazer um trabalho de geografia: visitar os lugares incríveis do estado onde moram. Nessas andanças, Finch encontra em Violet alguém com quem finalmente pode ser ele mesmo, e a garota para de contar os dias e passa a vivê-los.

Desde que "Por Lugares Incríveis" foi lançado me apaixonei pela capa e pela sinopse. Fiquei muito ansiosa com o lançamento e criei várias expectativas para essa história que foram alcançadas (e até ultrapassadas). A Jennifer Kiven possui uma narrativa mais cansativa, mas que depois que comecei a ler me acostumei. A autora aborda nesse livro a depressão na adolescência.


"Por lugares Incríveis" possui os capítulos narrados em primeira pessoa (o que me agradou bastante) pela Violet Marker e pelo Theodoro Finch.

Violet perdeu a irmã a quase nove meses, mas não esta nem um pouco recuperada desse grande trauma. Essa mudança trágica na sua vida ocorreu depois de uma festa onde a irmã de Violet havia brigado com um garoto com quem estava saindo e claro ficou magoada e sem condições de dirigir, né? E o pior é que a Violet quis ir por um caminho que mal conheciam. Daí aconteceu o acidente e até hoje Violet se culpa pela morte da sua irmã, a Eleanor, que era dois anos mais velha e estava cursando o Ensino Médio.

Theodoro Finch, ou apenas Finch, é o oposto de Violet. Ele não é popular, só tem dois amigos e nunca teve sucesso no amor e para piorar ainda mais sofre um pouco de bulling . Finch apenas fingiu ser uma pessoa que não é de verdade. Mas ele ainda tem que lidar com o seu pai, que se separou da sua mãe recentemente para viver com outra mulher, mas a pergunta é: Será que o filho desse mulher que ele começou a viver era dele, afinal, uma certa vez, quando Finch tinha 12 anos ele saiu de casa, sem dar explicação.

 O que une os dois é o fato de os dois não estarem feliz com a vida, procurando métodos de suicidar (mais o Finch), se encontrando no auto da torre do colégio onde estudam.

E depois dessa ocasião os dois (na verdade o Finch) decidem fazer o trabalho de geografia juntos, o que faz eles se unirem mais ainda! Nesse trabalho dado pelo professor que parece estar sempre com falta de ar as duplas devem ir pelos lugares do estado que moram, Indiana, nos Estados Unidos. É daí que a grande aventura começa pra valer.

Quanto mais os personagens se aproximam, mais me aproximo do livro e mais me encanto com a Jennifer Niven. Na minha opinião, é incrível como a autora abrandou o tema depressão no mundo dos jovens.


Ao ler, me identifiquei bastante com os personagens e realmente senti tudo o que eles sentiram. Ri, chorei e senti raiva em alguns momentos.  Esse livro me marcou muito pois li no momento certo da vida e, os ensinamentos que aprendi com esse livros serão levados comigo para a vida.


"Por Lugares Incríveis" é um livro para aqueles que amam um drama misturado com um romance inexplicável. Para quem gosta de se emocionar com histórias.


Primavera Literária por Rafaela Pinheiro 2014-2015. Tecnologia do Blogger.